Planejamento de carreira: como fazer isso em tempos tão instáveis?

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Antes mesmo de a pandemia estabelecer novas formas de trabalhar – com colaboradores em home office durante todo o expediente e reuniões estratégicas em modo remoto – o universo corporativo já vinha passando por mudanças significativas. Ao contrário de gerações anteriores, em que a trajetória profissional numa empresa seguia, na maioria das vezes, um caminho linear e sem muitas surpresas, hoje existem múltiplas possibilidades, tanto para as pessoas quanto para as próprias organizações.

Isso significa que mudanças podem acontecer a qualquer momento – e isso não implica, necessariamente, algo ruim ou prejudicial. Passado o susto inicial que toda novidade provoca, é possível tomar o impulso necessário para sair da zona de conforto e operar algumas transformações necessárias no currículo e até na própria vida.

É comum que processos de reestruturação numa empresa sempre provoquem um certo temor. Para Marcelo Treff, professor de Gestão de Pessoas da FECAP (Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado) e especialista em gestão de carreira, o ideal é buscar olhar esse momento de indefinição a partir de um novo prisma e aproveitá-lo para observar e planejar melhor a carreira. “As pessoas devem estar conscientes de que questões relacionadas ao percurso profissional, em situações adversas e incertas, como as que vivemos atualmente, exigem flexibilidade, adaptabilidade e, sobretudo, orientação para o desenvolvimento. Portanto, é muito importante exercitar o autoconhecimento, como forma de identificar seus talentos, assim como suas principais dificuldades diante dos novos desafios que se apresentam”, explica.

É preciso mudar o mindset

Mindset ou modelo mental é um termo que se refere a uma predisposição psicológica para determinados pensamentos e padrões de comportamento. É o mindset que faz toda a diferença na hora de lidar com uma situação de crise ou de mudança. “Esses momentos podem ser positivos se as pessoas assim os enxergarem. Quem tem mindset fixo tende a se entrincheirar, ou seja, se esconder dos desafios e das dificuldades. Já as pessoas com mindset de crescimento tendem a enxergar situações adversas como oportunidades de desenvolvimento e de aprendizagem de novos conhecimentos. Essa é a fase de experimentar, acertar, errar”, comenta Marcelo. E, ainda, uma ocasião crucial para aprender novas habilidades, desenvolver competências (como a resiliência) e de refletir sobre como a mudança pode conduzir a carreira a um patamar mais elevado. Pessoas com propósito profissional claro e com objetivos de carreira bem definidos, independentemente do cenário externo, tendem a permanecer em busca de atividades que façam sentido. Assim, tendem a se sentir mais realizadas.

Hora de reajustar a rota

Persistir em propósitos e objetivos macros de carreira, mesmo em um contexto de incertezas, é uma atitude assertiva que pode render frutos em médio e longo prazo. Basta fazer alguns ajustes nos planos. “O profissional não deve ser reativo, esperando pela incerteza no trabalho para sair da zona de conforto. Pelo contrário: precisa ser proativo e buscar novas formas de realizar suas atividades”, comenta a psicóloga e psicoterapeuta Raquel Mello, que atua ainda como coach de carreira e reforça: “A carreira é do profissional e não da empresa. Portanto, é de extrema importância que o profissional cuide bem dela, com um planejamento a longo prazo, focado em seus objetivos e sua missão.”

A pandemia acelerou a evolução do chamado mundo VUCA (sigla que em português significa volátil, incerto, complexo e ambíguo) para o mundo BANI – em inglês, Brittle (frágil), Anxious (ansioso), Nonlinear (não linear) e Incomprehensible (incompreensível). O principal impacto dessa mudança é a falta de previsibilidade, portanto ter agilidade na capacidade de resposta de acordo com o ambiente é um grande diferencial.

Desenvolver competências como resiliência, empatia e inteligência emocional, além de investir na saúde mental, é um passo fundamental para lidar com o mundo BANI. A capacitação se torna ainda mais necessária, pois aprimorar os conhecimentos faz com que as pessoas se sintam menos inseguras e ansiosas para encarar qualquer desafio profissional, mesmo que isso implique em modificar ou flexibilizar planos e metas.

A seguir, algumas ideias para colocar em prática. Confira!

• O primeiro passo é entender onde está e para onde quer ir com a carreira; a partir daí, estabelecer marcadores de verificação para entender se está atingindo o objetivo.

• A partir do planejamento, é importante descrever (na agenda ou numa planilha) como pretende atingir o objetivo. É o momento de anotar cursos técnicos, trabalhos comportamentais, experiência em atividades extras, participação em grupos de trabalho, networking e outros.

• Definir metas de curto, médio e longo prazo e trabalhar incessantemente para alcançá-las, revisando-as periodicamente e corrigindo, se necessário, alguns rumos.

• Flexibilizar as metas de curto e médio prazo, dentro das possibilidades, sem perder de vista o objetivo macro na carreira.

• Aprender com os próprios erros e não desistir facilmente dos objetivos definidos.

• Criar uma rede de contatos e manter relacionamentos que contribuam significativamente para a troca de conhecimentos, experiências e vivências.

• Investir na própria saúde emocional, algo que fará toda a diferença na hora de lidar com conflitos, crises, mudanças na organização e possíveis ajustes nos planos profissionais e pessoais. Nossas plataformas LIT e EAD Seguros oferecem diversos cursos que podem ajudar nesse sentido e ainda terão o papel de um diferencial competitivo em sua carreira. Alguns deles estão destacados aqui (Resiliência: https://eadsegurosunimed.atenalms.com.br/skin/atena/training/course/898/3800

Inteligência emocional: https://eadsegurosunimed.atenalms.com.br/skin/atena/training/course/1196/4358

Gestão da Mudança: https://eadsegurosunimed.atenalms.com.br/skin/atena/training/course/1013/3772). Conte conosco!